Quais são as 4 melhores iscas para Tucunaré-açu? - Missão Pesca
+55 (11) 99700-3474
Missão Pesca - Agência de Viagens | Eduardo Lacerda

BLOG

Quais são as 4 melhores iscas para Tucunaré-açu?

Quais são as 4 melhores iscas para Tucunaré-açu?

Missão Pesca

Escolher bem as iscas para tucunaré-açu  é um passo importante para o sucesso na pesca deste peixe. Mas quem nunca encheu uma caixa de iscas com dez, quinze, vinte modelos e no final só usou quatro ou cinco? Isso é muito comum.
Então decidi responder à questão: quais as quatro melhores iscas para tucunaré-açu no Rio Negro?
Pra descobrir, procurei alguns pescadores renomados: Ian-Arthur de Sulocki, Cleber Ferreira e Maraísa Riberio. Então vamos às matadeiras dessa turma!

Iscas para tucunaré-açu escolhidas pelo Ian

Vamos começar pelo Ian- Arthur, que pesca na amazônia desde 1994. Elé é apresentador do programa All Fishing do Canal a Liga da pesca, no Youtube. E é representante do IGFA, organização responsável por homologar os recordes mundiais.

O Ian explica que na hora de montar a caixa, por mais simples que ela seja, é preciso ter iscas para várias profundidades.

É preciso ter iscas para tucunaré para várias profundidades.

Em primeiro lugar, pra buscar os ataques mais brutais da superfície, ele indica hélice com duas garateias. Pode ser da marca High Roller, Yara ou Caribe.

Ainda na superfície, Ian não dispensa a Jumping Minnow – nome que nós, brasileiros, adaptamos para João Pepino. As marcas que ele indica podem ser a T20 Rebel, a Sará Sará 120 da Lucky Nakamura e a Z130 Moro Deconto.
Descendo um pouquinho na coluna dágua, Ian indica a Twitch Bait. É um tipo de isca de subsuperfície ou meia água, sem barbela, que nada de modo errático. As opções que ele escolhe são a Corisco 110 da Lucky Nakamura; a Subwalk 9 cm, da Rapala; ou a Perversa, da Borboleta.

E no fundo da logoa, Ian considera os JIG’s imbatíveis. Nas especificações, ele exige anzol wide gap, que significa que ele deve ser bem aberto. E a cabeça do JIG é de 14g. Mas Ian diz que podem ser mais pesadas, de até 20g.

As cores mais produtivas na opinião dele são branco e vermelho ou vermelho e amarelo.

Iscas para tucunaré-açu

Iscas para tucunaré-açu escolhidas pelo Cleber

O próximo pescador que nos ajuda nesta busca é Cleber Ferreira, que é um dos apresentadores do canal Curva de Rio, do You Tube. Cleber também é gerente comercial da Pousada Juruena e do Barco Hotel Princesa Kalyne. E ele faz uma ou duas pescarias todos os meses.

A primeira isca que ele escolhe também é a hélice da High Roller 6’25” Firetiger. “É extremamente resistente, muito barulhenta e com grande dispersão de água nos movimentos,” explica.

A segunda isca é a Bonnie 128, na cor osso, da Jackall. “É uma zara que trabalha na subsuperfície e como stick . Tem rattling suave e é excelente para regiões onde o peixe está mais arisco.”

A João Pepino também está na lista do Cleber. O modelo é a T20 Osso, da Rebel. “Ela tem o movimento de zara perfeito tanto em trabalho rápido quanto lento. O rattling mais estridente é excelente para atrair os peixes, até mesmo nas condições mais difíceis como a pesca em região de igapós.”

A T20 tem o movimento de zara perfeito tanto em trabalho rápido quanto lento.

Pra fechar a lista, Cleber também não dispensa o JIG, de 14 a 16 gramas nas cores branca e branca com vermelho. “São iscas muito versáteis que podem ser trabalhadas no fundo, na meia água e até mesmo na subsuperfície.”

Iscas para tucunaré-açu

Iscas para tucunaré-açu escolhidas pela Maraísa

E em tempos de empoderamento feminino, a gente não poderia deixar de ouvir a opinião de uma das mulheres de maior influência na pesca esportiva do Brasil, Maraísa Ribeiro, que por muitos anos apresentou a pesca nos programas Terra da Gente, da EPTV, e Vida de Guia, da FISH TV.

“Se o destino é a região amazônica, não deixo de levar a isca que costumei chamar de a isca do Raul. Foi Raul Dias Filho, amigo jornalista e apaixonado pela pesca quem me apresentou.” Essa isca é a Jumping Minnow – João Pepino. Na primeira viagem ao Rio Azul, afluente do São Benedito, ela conta que fez um programa inteiro de trairões utilizando esta isca na cor osso.

A Hélice dupla, cor palhaço, é a segunda isca que não falta na caixa amazônica de Maraísa. Uma opção para este tipo de isca é a Dr. Hélice II da KV. Mas ela alerta: “a isca é um bom atrativo mas é difícil fisgar com ela”.

Recentemente, ela passou a ter bons resultados com as iscas soft, especialmente os camarões de borracha, que são usados com as cabeças de JIG. “São infalíveis, especialmente quando os peixes estão mais manhosos e no fundo.” E, claro, o velho e bom JIG de penacho, que Maraísa chama de ‘peludinha’, também está entre as preferidas. “Eles sempre vão para a caixa e para a água.”

JIG’s são infalíveis, especialmente quando os peixes estão mais manhosos e no fundo.

Iscas para tucunaré-açu

Iscas para tucunaré-açu escolhidas pela Missão Pesca

E, claro, eu não deixaria de apresentar aqui quais são as minhas iscas para tucunaré-açu preferidas.

Em primeiro lugar a João Pepino!! A T20 da Rebel é disparada a minha preferida. É uma isca de superfície de excelente rendimento e o trabalho não é cansativo. Perfeito pra ver as explosões na superfície.

Em segundo lugar, Borá 10cm Nelson Nakamura, com cabeça vermelha. Trabalha bem com o recolhimento simples. Mas a gente também pode incrementar os movimentos deixando a isca ainda mais atrativa.

A minha terceira é a Brava 110 da Marine Sports. Cabeça vermelha. Meu recorde atual é com essa isca! Um Tucunaré-açu de 76cm.

Brava 110 da Marine Sports. Meu recorde atual é com essa isca!

E pra fechar… Junto com todos os outros pescadores, minha escolha é o JIG, com cabeça de 14g, também em branco e vermelho. A eficiência desse tipo de isca é tanta que muitos pescadores chamam de Jig Vigarista.

Iscas para tucunaré-açu

Conclusão

A nossa proposta era apontar quatro iscas, e se a gente copiar as escolhas de qualquer um dos pescadores que consultei, é certeza que estaremos com excelentes opões. Mas é curioso observar que duas iscas foram unânimes: Jumping Minnow e JIG de 14g a 16g.

Unânimes: Jumping Minnow e JIG de 14g a 16g.

É claro que muitas outras iscas vão nos fisgar ainda na loja, seja pela beleza, pelo comentário de um amigo, pelo anúncio… É uma delícia observar as prateleiras e sonhar com os resultados de cada isca. E tenha certeza de garantir essas matadeiras em sua próxima pescaria na Amazônia.

Texto: Eduardo Lacerda

Compartilhe esse artigo

Endereço

Av. Benedicto C. Andrade, 1007 - BL 15, AP 122 - Jundiaí - SP, 13212-070

Telefone

+55 (11) 99700-3474