Pesca de Tucunaré-Açu: Quando pescar no Rio Juma? - Missão Pesca
+55 (11) 99700-3474
Missão Pesca - Agência de Viagens | Eduardo Lacerda

BLOG

Pesca de Tucunaré-Açu: Quando pescar no Rio Juma?

Pesca de Tucunaré-Açu: Quando pescar no Rio Juma?

Rio Juma

O Rio Juma é um dos principais locais do Brasil para a pesca de tucunaré-açu. O lugar tem peixes grandes.

Na Pousada Sol do Amanhã, por exemplo, o recorde entre os clientes é um peixe de 92cm – o famoso 90up – um sonho para qualquer pescador de tucunaré-açu. E peixes como mais de 80 centímetros – 80up – saem em todas as temporadas. Um dos pescadores que já conquistaram este troféu mais uma vez é Diego Biasoli. Na foto acima, na companhia de Sergio Correa, o açu tem 80 cm cravados e, na foto abaixo, o pacaçu tem 81cm.

E um atrativo especial é que o preço do pacote de pesca no Juma é muito competitivo.

 

pesca de tucunaré-açu

Venha realizar sua pescaria no Rio Juma

Em 2021, a Missão Pesca já tem data reservada no Juma no período que constuma ter os melhores resultados. E você pode vir com a gente. Nossa viagem será de 11 a 17 de outubro de 2021.

Nosso pacote inclui:

– traslado de Manaus até a pousada;

– voadeiras com plataforma de pesca;

– gasolina;

– motor elétrico;

– guia de pesca;

– três refeições diárias;

– cerveja, refri e água a vontade;

– piscina,

– quartos triplos com ar-condicionado.

É tudo o que você precisa para fazer uma pescaria incrível.

Entre em contato com a gente para mais detalhes. Aproveite esta oportunidade! Vagas Limitadas.

tucunaré-açu

Qual a melhor época para pescar no Rio Juma?

A temporada de pesca de tucunaré-açu no Juma acontece de setembro a janeiro. Durante todo este período o pescador tem chances de conquistar seu troféu.

E cada época tem sua característica.

Pescaria no Rio Juma em Setembro

Em setembro, o rio começa a entrar na caixa e a pesca já acontece. Nesta época a situação varia muito de um ano para outro. Se a seca começa cedo, a pescaria costuma ser melhor. Se ela tarda a acontecer, o rio ainda fica alto e os peixes podem ficar mais manhosos ou escondidos na floresta.

O melhor mês: Pescaria no Juma em outubro

Este é o melhor mês! Outubro costuma ser a época mais garantida. O rio já entrou na caixa, com os peixes concentrados nas estruturas das margens.  Eles estão muito ativos e descansados, pois ainda é início de temporada. E a água está limpa.  Como o tucunaré é um peixe visual, isso é muito importante para que ele enxergue e persiga a isca. Neste mês os ataques de superfície são muito frequentes.

A quantidade de barcos na água no mês de outubro é bem grande. Mas não se assuste, mesmo com a grande movimentação de botes, todos costumam ter muitos ataques.

Pesca no Rio Juma em novembro

O início de novembro, geralmente tem as mesmas características de outubro. Mas conforme o rio vai secando, a água vai se tornando mais turva. Isso reduz a ação visual do peixe. Os ataques diminuem, mas não param. E normalmente, as iscas meia água e JIG´s começam a dar mais resultado. Neste período, é comum que o peixe se afaste da margem e fique no canal do rio e no meio das lagoas. O pescador pode arremessar no meio, longe das estruturas.

Pesca de tucunaré-açu no Juma em dezembro

Quando chega dezembro, a água já está mais barrenta – água branca como dizem na Amazônia. Neste mês, a pesca de tucunaré com JIG´s e spinner baits é a regra. Raramente ocorre um ataque de superfície.  Um ponto positivo é que  número de embarcações é bem menor, e a concorrência com outros pescadores diminui.

Pescaria de Pirarucu

Um ponto muito positivo de dezembro, é que a pesca de pirarucu se torna muito produtiva. Nesta região, eles são caturados com frequência com iscas artificiais, nos mesmo equipamentos que usamos para os tucunarés. A tralha leve garante uma pescaria intensa e de emoção garantida.
pirarucu

Pesca de tucunaré-açu no Rio Juma em janeiro

Em janeiro chega a água nova! O Rio Juma começa a receber mais água, os peixes ficam mais ativos.

Este é um fenômeno que pode causar confusão para os pescadores que estão acostumados à pesca de tucunaré-açu no Rio Negro.

Mas por que isso causaria confusão para o pescador? O motivo é que, no Rio Negro, o aumento do nível durante a temporada, conhecido como repiquete, faz tucunaré atacar menos. Uma das teorias é que ele pára de comer porque o repiquete seria um sinal de que é hora dele sair do rio e seguir para floresta alagada. Mas, sinceramente, ainda não encontrei uma explicação convincente de por que o aumento do nível do rio faz ele atacar menos.

Já no rio Juma, a situação é diferente. A água nova deixa o rio mais límpido, o que é bom para o ataque visual. E a leve cheia  também traz mais matéria orgânica para a cadeia alimentar. O peixe, que ficou confinado em áreas com pouca água e pouco alimento, passa a atacar. O resultado é que, em janeiro, a pescaria é mais ativa.

A partir daí,  a água sobe até que o rio volte a se espalhar pela floresta. Neste momento, o peixe deixa o canal do rio e a temporada acaba, reiniciando em setembro.

 

Compartilhe esse artigo

Endereço

Av. Benedicto C. Andrade, 1007 - BL 15, AP 122 - Jundiaí - SP, 13212-070

Telefone

+55 (11) 99700-3474